04/03/2010

Melhores criadores de Shih Tzu 2009



Divulgado ranking nacional CBKC dos melhores criadores de Shih Tzu em 2009. O criador Jorge Felipe Abud Jr. repete dois feitos pelo quarto ano consecutivo ficando novamente em primeiro lugar entre os criadores de Shih Tzu do país e figurando entre os dez melhores criadores de todas as raças do Brasil.

Foi divulgado no último dia 24 a apuração final do ranking dos cinco melhores criadores de Shih Tzu em 2009 pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC). O Canil Vale do Rio Grande (MG) do criador Jorge Felipe Abud Jr. acumulou, em 2009, 865 pontos, uma pontuação recorde para a raça e que lhe rendeu o status se ser o único de Shih Tzu a figurar entre os dez melhores criadores de todas as raças da CBKC, estando na 9ª colocação do ranking geral. Além disso, é a quarta vez que o Vale do Rio Grande está na poliposition do ranking específico da raça Shih Tzu.

Aparece em segundo lugar na criação de Shih Tzus o Canil Par D’ellas (RJ) da criadora Regina Lucia Perrone com 607 pontos, seguido do Prime Moon (RJ) do criador Eduardo L. Teixira, que angariou a terceira colocação com 165 pontos. O canil Br Pepper’s do proprietário Leonardo Roslindo Pimenta e o Brum Abdalla’s (RJ) do Toni Brum da Silveira ficaram na quarta e quinta colocações, respectivamente, acumulando um total de 133 e 110 pontos no ranking.

Veja o gráfico comparando os pontos acumulados entre os cinco melhores criadores de Shih Tzu em 2009 (entre parêntesis está a pontuação no ranking):



O que são e para que servem as exposições de cães:
As exposições de beleza são eventos cinofílicos que buscam avaliar o quanto, determinado animal, se aproxima do padrão de sua raça. Os juízes presentes nas exposições avaliam, sempre em acordo com as normas da FCI, todos os detalhes de conformação, movimento, pelagem, temperamento e saúde de todos os animais presentes, e assim os julgam aptos ou não para a reprodução e evolução em cada raça.
Canil Hunter Dream, criadora Lívia Romeiro


Nota

Esse artigo faz uma análise quantitativa dos dados extraídos do ranking elaborado pela Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC). A qualificação “melhor”, neste artigo, significa apenas maior pontuação acumulada pelos cães apresentados em exposições. Em tese, quanto maior o número de cães, maiores as chances de acumular pontos e assim ficar melhor colocado no ranking CBKC. Por outro lado, de nada adiantam muitos cães se nenhum deles apresenta-se em conformidade com o padrão oficial da raça – critério usado pelos juízes para avaliar e pontuar os cães. Dessa forma, o ranking de criadores não reflete necessariamente as condições de criação do canil, mas antes a qualidade do plantel em termos de concordância com o padrão oficial da raça utilizado pela CBKC e aprovado pela Federação Cinófila Internacional (FCI). O julgamento dos juízes, por seu turno, embora baseado no padrão oficial, é de natureza subjetiva e pode não refletir necessariamente a qualidade dos exemplares. Todavia, o ranking da CBKC tem sido um dos poucos instrumentos para aferir e avaliar a qualidade dos exemplares de cães na cinofilia brasileira. Por último, é sempre bom lembrar que os cães avaliados em exposições são, antes de tudo, vidas.


Leia também:
>>Por fora, bela viola...
>>Desafios da cinofilia brasileira

5 comentários:

Gigi 04/03/2010 12:17  

Oi Tia, mamãe audora esse cãotinho...ela pediu para eu perguntar como colaca link no texto...ela se enrrola e não sai nada...
Manda lambidinhas minha para o AUrélio...

Lambibeijinhos

LOLA

Adriana Diniz 04/03/2010 13:58  

Oi, Gigi!
Oi, Lola!
Vou entrar em contato por e-mail com você!
Bjos!

Priscila Coelho - Adote, Não Compre! 05/03/2010 10:02  

Oi Adri

Nesse esquema de ranking, eles avaliam apenas o cachorro lindão lá na hora, na exposição, ou vão até o local do criador para ver condições do canil e dos outros cães que estão lá, salubridade, posse responsável, essas coisas?

Ah, outra coisa que também tenho curiosidade: e o comportamento do cão de acordo com o padrão da raça, eles avaliam também? Por exemplo, um collie que deveria pastorear ou mesmo vao que aparece um shih tzu que tenha problemas de agressividade, enfim. Nós duas e o Cesar Millan sabemos que o comportamento do cão é apenas uma reação ao ambiente dele, mas que também existem (poucos) problemas comportamentais passados pelos genes. Bom, independente disso, queria saber se eles avaliam questões comportamentais do cão até para saber se por baixo da cabeleira penteada existe um cão feliz.

Beijo,
Pri Coelho
Adote, Não Compre!

Adriana Diniz 05/03/2010 10:29  


Querida Priscila,

Muito importante a sua dúvida.

A resposta para ela será um artigo no blog! Preciso pesquisar e entrevistar para te responder com consistência.

Te aviso quando publicar, ok?!!

Beijos!

Priscila Coelho - Adote, Não Compre! 05/03/2010 12:10  

Ok, Adri, obrigada!

Vale dar uma olhada nesse post do blog da Camilli (e links relacionados), ela traz ainda mais quesitos de procriações como exames que devem ser feitos para não passar doenças genéticas (incluindo a sarna demodécica) e, no caso dos buldogues, fazer por inseminação artifical.

Se os caras escolhem os melhores da raça, espero que não seja apenas pela aparência mas sim pela saúde, certo? Não basta apenas "aparentar" ser o melhor. Ah, e não vale só a intenção dos caras, certo? Caso eles se preocupam mesmo em avaliar isso, temos que saber quais são os meios objetivos de fazer essa avaliação.

Acho que vai ser super útil esse teu artigo para sabermos mais sobre o papel do CBKC.

Beijo,
Pri Coelho
Adote, Não Compre!

Postar um comentário

Quer comentar? Sinta-se à vontade! Saiba como.

Atenção: comentários que não tenham nada a ver com o assunto tratado nos artigos serão rejeitados. Política de Comentários.

Made in Brasília, DF, BRASIL!

  ©Template Blogger Writer II by Dicas Blogger.

SUBIR